Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2881
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorBraga, Pilar-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/9361755071629636por
dc.contributor.advisor1Baccaro, Fabricio-
dc.contributor.advisor-co1Borges, Sérgio-
dc.date.accessioned2019-05-24T00:41:27Z-
dc.date.issued2019-04-05-
dc.identifier.urihttps://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2881-
dc.description.resumoOs padrões de diversidade das comunidades biológicas são um reflexo de eventos históricos e contemporâneos que ocorrem em diferentes escalas espaciais. Na Amazônia, há um consenso de que processos históricos relacionados ao estabelecimento da drenagem e das florestas de terra firme desencadearam eventos de vicariância, especiação e dispersão, determinando o pool regional de espécies. Adicionalmente, fatores ecológicos locais como a disponibilidade de recursos e as interações entre as espécies são importantes na manutenção dos padrões estabelecidos historicamente. As áreas de endemismo (AE) são unidades de interpretação da biogeografia histórica e investigar as assembleias nestas áreas pode aperfeiçoar nosso conhecimento sobre a interação dos eventos históricos com a diversidade local. Nós investigamos os padrões de diversidade, composição e estruturação das assembleias de aves de sub-bosque de florestas de terra firme em sete áreas de endemismo da Amazônia, usando dados de capturas de aves com redes de neblina, cedidos por diversos pesquisadores. Nosso trabalho buscou compreender se o efeito histórico que resultou na delimitação das áreas de endemismo pode ser extrapolado para toda assembleia de aves, além das espécies endêmicas, atuando nos padrões atuais de diversidade e composição de espécies. Averiguamos quais as guildas predominantes em cada AE e se há uma substituição das guildas entre as AE. Também testamos se existe proporcionalidade de guildas em cada área de endemismo. Os padrões de diversidade e composição de espécies foi distinto entre as sete AE estudadas, tanto na riqueza e composição intrínseca das assembleias considerando todas as espécies estudadas, como nas abundâncias relativas das espécies amplamente distribuídas na Amazônia. A guilda dos insetívoros foi predominante em todas as áreas e a proporção de espécies e indivíduos nas guildas permanece constante entre as áreas de endemismo. Há uma prevalência de alpha guildas (proporcionalidade de guildas) em quase todas as áreas investigadas. A substituição de espécies entre as áreas de endemismo não ocorre de forma aleatória e mantém as mesmas funções ecológicas das espécies, indicando uma certa homogeneidade na disponibilidade de recursos das florestas de terra firme. A prevalência de alpha guildas indica que a competição interespecífica é um forte fator estruturante das assembleias locais, provavelmente em um processo de limitação de similaridade no tamanho corporal das espécies. A congruência entre a estruturação das assembleias de aves de sub-bosque e as áreas de endemismo demonstram o quanto processos históricos e evolutivos que atuam em larga escala, em conjunto com processos ecológicos locais, conduzem aos padrões atuais de diversidade e composição de espécies na Amazônia.por
dc.description.abstractThe patterns of diversity in biological communities reflects historical and contemporaneous events that occurs at different spatial scales. In the Amazon, there is a consensus that historical processes related to the establishment of the drainage and the terra firme forests had triggered events of vicariance, speciation and dispersal, determining the regional pool of species. In addition, local ecological factors such as resource availability and species interactions are important in maintaining historically established patterns. The areas of endemism are units of interpretation of historical biogeography and investigating the assemblages in these areas can enhance our knowledge about the interaction between historical events and local diversity. We investigated patterns of diversity, composition, and structuring of understory bird assemblages from upland forests in seven Amazonian areas of endemism, using data from birds captured by mist nets, provided by several researchers. Our research sought to understand if the historical effect that resulted in the delimitation of the endemic areas could be extrapolated to the whole bird assemblage, besides the endemic species, acting in the current patterns of diversity and species composition. We find out which guilds predominate in each AE and if there is guilds substitution between the AE. We also tested if exists guild proportionality in each endemic area. The patterns of diversity and species composition were distinct among the seven areas of endemism studied, both in richness and in the assemblages intrinsic composition considering all the species studied, as in the relative abundances of species widely distributed in the Amazon. The insectivorous guild was predominant in all areas and the proportion of species and individuals in the guilds was constant between the areas of endemism. There is a prevalence of alpha guilds (guild proportionality) in almost all investigated areas. The species substitution between the endemic areas does not occur in a random way and it maintains the same ecological functions of the species, indicating a relative homogeneity in the resources availability of the upland forests. The prevalence of alpha guilds indicates that interspecific competition is a strong structuring factor of local assemblages, probably in a process of limiting similarity in the body size of the species. The congruence between the structuring of the understory bird assemblages and the areas of endemism evidence how much historical and evolutionary processes that acts on a large scale, along with local ecological processes, lead to the current patterns of diversity and species composition in the Amazon.eng
dc.description.provenanceSubmitted by Pilar Louisy Maia Braga (pilarmaia@hotmail.com) on 2019-05-24T00:41:27Z No. of bitstreams: 1 Dissertação Pilar L. Maia Braga.pdf: 1644087 bytes, checksum: 9f95d42520a10ff5a3f3b2c304604518 (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2019-05-24T00:41:27Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação Pilar L. Maia Braga.pdf: 1644087 bytes, checksum: 9f95d42520a10ff5a3f3b2c304604518 (MD5) Previous issue date: 2019-04-05eng
dc.formatapplication/pdf*
dc.languageengpor
dc.publisherInstituto Nacional de Pesquisas da Amazôniapor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsINPApor
dc.publisher.programEcologiapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectDiversity, composition, structuring, areas of endemism, understory birds, guild proportionality, interspecific competition.eng
dc.subjectDiversidade, composição, estruturação, áreas de endemismo, aves de sub-bosque, proporcionalidade de guildas, competição interespecífica.por
dc.titleConectando biogeografia histórica e assembleias locais de aves de sub-bosque na Amazônia: áreas de endemismo, diversidade de espécies e proporcionalidade de guildaspor
dc.title.alternativeConnecting historical biogeography and local assemblies of understory birds in Amazonia: areas of endemism, species diversity and guild proportionality.eng
dc.typeDissertaçãopor
Aparece nas coleções:Mestrado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Pilar L. Maia Braga.pdfDissertação Pilar Louisy Maia Braga1,61 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.