Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2918
Tipo do documento: Tese
Título: Estudo paleolimnológico de acidificação antrópica em dois lagos amazônicos utilizando assembléias de diatomâceas como bioindicadores
Autor: Gianini, Carlos Eduardo de Carvalho 
Primeiro orientador: Forsberg, Bruce Rider
Resumo: Técnicas paleolünnológicas desenvolvidas a partir da década de 1980, têm sido utilizadas com sucesso para se inferir o histórico de acidificação de ecossistemas aquáticos ácido sensitivos, impactados pela deposição ácida. Um método freqüentemente utilizado para inferir o histórico de acidificaçâo de lagos, envolve o desenvolvimento de uma relação de transferência entre assembléias de diatomáceas contemporâneas e o pH das águas superficiais. Neste estudo, foi desenvolvida uma relação de transferência deste tipo para 15 lagos da Amazônia Central, utilizando dados de 10 lagos de um estudo anterior e dados de 5 lagos amostrados no presente estudo. O índice biológico de acidez B, baseado na porcentagem relativa de diatomáceas com diferentes tolerâncias à acidez, foi avaliado nos 15 lagos estudados e relacionado ao pH médio superficial determinado em cada sistema. Uma simples regressão linear entre pH médio e log B, explicou 90 % da variabilidade nos dados. A equação de regressão diferiu significativamente das relações já determinadas em regiões temperadas e é aparentemente característica para a Amazônia Central. Esta relação foi utilizada para inferir o histórico de acidificação antrópica a partir de diatomáceas fósseis sedimentares lacustres em sedimentos geocronologicamente datados com Pb^'" Os estudos de acidificação histórica foram feitos no lago Curum, impactado por emissões poluentes da refmaria de petróleo, termoelétrica e pelo crescimento urbano de Manaus, e no lago Sumaúma localizado na bacia do rio Jamari, impactado pelo desmatamento e queima de floresta em Rondônia. O estudo paleolimonológico do lago Sumaúma (RO), indicou que o sistema apresentou picos de acidez nos períodos mais intensos de desmatamento e queima da floresta. O esmdo paleoliminológico do lago Curum (AM), indicou que o crescimento urbano e industrial de Manaus desencadeou uma tendência progressiva de acidificaçào. Estes resultados demonstram que a acidificaçào antrópica está atingindo ecossistemas aquáticos na Amazônia e que a metodologia empregada é uma ferramenta poderosa para investigar estas mudanças.
Abstract: Paleolimnological techniques have been used successfully to investigate the history of acidification in acid-sensitive ecosystems since the early 80's. One common method for inferring historical trends in acidification is to develop a transfer function which relates contemporary fóssil diatom assemblage composition and surface pH leveis in lakes. In the present study, a transfer function based on this pnnciple was developed for 15 lakes in the central Amazon which included data from 10 lakes surveyed during an earlier study and 5 lakes investigated here. A commonly used biotic index of acidity, B, based on the relative percentage of diatoms with different tolerances to acidity, was evaluated in each lake and related to the measured pH. A simple linear regression between pH and log B explained 90% of the variability in the data. This regression equation was significantly different from those reported for temperate regions and is apparently unique to the Central Amazon. Once established, this relationship was used to irrfer the history of anthropogenic acidification in lakes from the analysis of fóssil diatom assemblages in Pb dated sediment cores. The history of acidification was investigated in two lakes, lago Cururu, a lake located in the urban area of Manaus, impacted by emissions from a petroleum refinery and thermoelectric plants, and Lago Sumaúma, a lake located in the Jamari river basin, impacted by emissions from forest buming. The paleolimnological study of lago Sumaúma indicated strong peaks of acidification associated with periods of intense forest buming. The paleolimnological analysis of lago Curum indicated a gradual increase m acidity associated with a progressive rise in urban population and industrial development. These results demonstrate that anthropogenic acidification is occurring in aquatic ecosystems in the Amazon and that the paleolimnological method used provides a powerfiil tool for investigating these changes.
Palavras-chave: paleolimnologia
chuva ácida
pulsos de acidificação
diatomáceas
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Programa: Biologia de Água Doce e Pesca Interior
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2918
Data de defesa: 1-Jan-2003
Aparece nas coleções:Doutorado - BADPI

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
carlos eduardo de carvalho.pdfpdf da tese11,45 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.