Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2925
Tipo do documento: Dissertação
Título: Segregação de habitat por espécies de camarões em riachos de terra firme na Amazônia
Autor: Silva, Elmo Pereira da 
Primeiro orientador: Magnusson , William
Primeiro coorientador: Magalhães , Célio
Segundo coorientador: Zuanon , Jansen
Resumo: Partição de recursos é um mecanismo estabilizante conhecido por manter a diversidade de espécies em vários ambientes. Assembleias de camarões de riachos são estruturadas por características do habitat e predação. Portanto, a segregação na dimensão do habitat poderia facilitar a coexistência entre espécies nessas assembleias, mesmo quando a segregação é resultado de pressão de predação por espécies de peixes. Essas interações ecológicas ocorrem em um ambiente modulado por características biogeográficas, como a conectividade entre drenagens. No entanto, essas generalizações são baseadas principalmente em estudos realizados em regiões temperadas. Investigamos se a abundância de espécies de camarões de riachos de terra firme está relacionada com as dimensões do habitat e se as relações de abundância com o habitat podem ser mediadas pela estrutura da assembleia de peixes e pelo efeito das drenagens. Regressões múltiplas foram usadas para demonstrar possíveis relações entre a abundância de camarões e o habitat, e também com a composição dos peixes. Testes de Kolmogorov-Smirnov foram realizados para evidenciar a especialização e a segregação de habitat entre as espécies. Detectamos efeitos da variação do habitat nas densidades das espécies de camarões, mas as magnitudes dos efeitos foram maiores para algumas espécies que para outras. A composição do predador também afetou as densidades dos camarões. Duas das três espécies mostraram algum grau de especialização de habitat, mas apenas ao longo dos gradientes de velocidade da correnteza, profundidade e pH. Segregação de habitat entre as espécies ocorreu ao longo dos gradientes de velocidade da correnteza e pH. As relações entre densidade e gradientes ambientais diferiram entre bacias apenas para uma espécie e apenas ao longo do gradiente de pH. Nossas descobertas fornecem evidências de que espécies de camarões de riachos tropicais respondem diferentemente aos gradientes ambientais e isso pode facilitar a coexistência entre as espécies. No entanto, a pressão de predação parece ter um efeito mais forte sobre as densidades de espécies e, consequentemente, a segregação de espécies, e também os efeitos diretos dos gradientes ambientais, resultam de competição aparente por esses recursos
Abstract: Resource partitioning is a stabilizing mechanism known to maintain species diversity in a variety of environments. Assemblages of stream shrimp species are structured by habitat features and predation. Therefore, segregation in habitat dimension could facilitate coexistence among species in shrimp assemblages even when segregation is a result of predation pressure by fish species. These ecological interactions take place on a background modulated by biogeographic features, such as connectivity among drainages. However, these generalizations are mainly based on studies undertaken in temperate regions. We investigated whether abundances of rainforest shrimp species are related to habitat dimensions, and whether habitat-abundance relationships might be mediated through fish-assemblage structure and the effect of drainages on connectivity. Multiple regressions were used to detect relationships between shrimp-abundance and habitat, and also fish composition. Kolmogorov-Smirnov tests were used to detect specialization and habitat segregation among shrimp species. An interaction model was constructed in order to test the influence of watershed on the relation between abundance of shrimp species and habitat features. We detected effects of habitat variation on densities of shrimp species, but the magnitudes of the effects were larger for some species than others. Predator composition also affected shrimp densities. Two of the three species of shrimp showed some degree of habitat specialization, but only along current-velocity, depth and pH gradients. Habitat segregation among species occurred along the current-velocity and pH gradients. Relationships between density and environmental gradients differed between watersheds for only one species and only along the pH gradient. Our findings provide evidence that rainforest-stream shrimp species respond differently to environmental gradients and this could facilitate coexistence among species. However, predation pressure seems to have a stronger effect on species densities, and consequently species segregation, than direct effects of the environmental gradients, resulting in apparent competition for these resources.
Palavras-chave: Partição de recursos
dimensões de habitat
composição do predador
competição aparente,
bacia de drenagem
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Programa: Ecologia
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2925
Data de defesa: 7-Jun-2019
Aparece nas coleções:Mestrado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
dissertação_elmo_silva.pdf1,64 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.