Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2981
Tipo do documento: Tese
Título: Biologia e uso de habitat por Gymnorhamphichthys rondoni (Rhamphichthyidae: Gymnotiformes)
Autor: Garcia, Elisa 
Primeiro orientador: Zuanon, Jansen
Resumo: Gymnorhamphichthys rondoni é uma espécie de peixe elétrico (Gymnotiformes) de pequeno porte que apresenta uma ampla distribuição na Amazônia. O fato de habitar igarapés rasos e de pequenas dimensões, bem como o hábito de repousar enterrado no substrato de areia durante o dia constituem características bastante favoráveis para a realização de estudos ecológicos e comportamentais sob condições naturais e de laboratório. Entretanto, há pouca informação disponível sobre aspectos básicos da sua biologia e uso de habitat sob condições naturais. Esta tese apresenta informações novas sobre a biologia reprodutiva, dimorfismo sexual e uso de habitat por uma população de G. rondoni em um pequeno igarapé de terra firme na Amazônia Central. A desova ocorre principalmente na primeira metade do período chuvoso e está associada positivamente com o aumento da condutividade elétrica da água e a quantidade de sólidos em suspensão, e negativamente com o teor de oxigênio dissolvido. Os ovócitos são proporcionalmente grandes e pouco numerosos e a desova é do tipo sincrônica em dois grupos. Encontramos indivíduos jovens concentrados em áreas muito pequenas, o que pode indicar alguma forma de agregação motivada pelas características do ambiente e/ou gregarismo. Ainda, a detecção de uma proporção elevada de indivíduos jovens coincidiu com o aparente desaparecimento dos adultos no trecho de igarapé estudado. Essas evidências sugerem que a espécie pode exibir o que chamamos de “semelparidade funcional”. Além disso, G. rondoni apresenta dimorfismo sexual relacionado ao tamanho relativo da cabeça e à posição da papila urogenital: machos têm a cabeça proporcionalmente maior que a das fêmeas, e a papila das fêmeas é alongada horizontalmente, maior que a dos machos e está localizada na linha vertical abaixo do olho, enquanto que a papila dos machos é alongada verticalmente, menor, e localizada na linha vertical abaixo da abertura opercular. Até onde sabemos, esse é o primeiro caso registrado de dimorfismo sexual em uma espécie de Rhamphichthyidae, mas o significado funcional dessas diferenças ainda não foi esclarecido. Sobre o uso de habitat, observamos que os indivíduos são fiéis ao sítio de repouso diurno; entretanto, a localização dos indivíduos em repouso durante o dia não pôde ser explicada pela profundidade do local e nem pela porcentagem do leito coberta por areia. Além disso, verificamos que as fêmeas se deslocam menos que os machos e estes se deslocam tanto quanto indivíduos jovens. Este padrão indica que os machos de G. rondoni provavelmente são responsáveis pela busca ativa por uma parceira sexual e a fêmea pela seleção sexual. Apesar desses avanços no conhecimento gerados por esta tese, diversas questões sobre a ecologia e o comportamento dessa espécie permanecem em aberto e deverão fomentar estudos futuros.  
Abstract: Gymnorhamphichthys rondoni is a small electric fish species (Gymnotiformes) that has a wide distribution in the Amazon. The fact of inhabiting small and shallow streams, as well as the habit of resting buried in the sand during the day, constitute very favorable characteristics for conducting ecological and behavioral studies under natural and laboratory conditions. However, little information is available on basic aspects of its biology and habitat use under natural conditions. This thesis presents new information on reproductive biology, sexual dimorphism and habitat use by a population of G. rondoni in a small “terra firme” (upland stream) in the Central Amazon. Spawning occurs mainly in the first half of the rainy season and is positively associated with the increase in the electrical conductivity of the water and the amount of suspended solids, and negatively with the dissolved oxygen content. The oocytes are proportionally large and relatively few, and the spawning was considered as synchronic in two groups. We found several young individuals concentrated in very small areas, which may indicate some form of aggregation motivated by microhabitat characteristics and/or gregarious habits. Still, the detection of a high proportion of young individuals coincided with the apparent disappearance of the adults in the section of igarapé studied. These evidences suggest that the species may exhibit what could be defined as "functional semelparity". In addition, G. rondoni presents sexual dimorphism related to the relative size of the head and the position of the urogenital papilla: males have a proportionally larger head, and females' papilla is horizontally elongated, larger than those of males and located in the vertical line below the eye, while male’s papilla is vertically elongated , smaller, and located in the vertical line below the opercular opening. As far as we know, this is the first record of sexual dimorphism in a species of Rhamphichthyidae, but the functional significance of these differences has not yet been elucidated. Regarding habitat use, we observed that individuals shows fidelity to its diurnal resting site; however, the location of resting individuals during the day could not be explained by the stream depth at the resting site or by the percentage of the bed covered by sand. In addition, we found that females move less than males, and males move as much as young individuals. This pattern indicates that males of G. rondoni probably search actively for a sexual partner while females would perform the sexual selection. Despite the advances in knowledge generated by this thesis, several questions about the ecology and behavior of this species remain open and should encourage future studies.
Sexual dimorphism. Amazonian fishes. Migration. Semelparity. Electric fish
Palavras-chave: Dimorfismo sexual
Ictiofauna amazônica
Semelparidade
Peixe-elétrico
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Programa: Ecologia
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2981
Data de defesa: 26-Mar-2019
Aparece nas coleções:Doutorado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_ELISA QUEIROZ GARCIA.pdfTese de Elisa Queiroz Garcia2,42 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.