Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2989
Tipo do documento: Dissertação
Título: Monitoramento da Resistência e dos Efeitos em Parâmetros Biológicos de Aedes aegypti Linnaeus, 1762 (Diptera: Culicidae) de Manaus, Amazonas, Exposto ao Biolarvicida Espinosade, em Condições de Laboratório
Autor: Silva, William Ribeiro da
Primeiro orientador: Tadei, Wanderli Pedro
Primeiro coorientador: Roque, Rosemary Aparecida
Resumo: O controle de mosquitos vetores com inseticidas é a ferramenta mais eficiente para conter a transmissão de patógenos, sendo o biolarvicida espinosade um dos agentes de controle mais utilizados no mundo, devido à sua alta toxicidade para insetos de diferentes ordens. Neste aspecto, é importante monitorar a eficácia do produto ao longo de gerações, para poder direcionar melhores estratégias de controle. O presente estudo objetivou verificar a taxa de resistência de Aedes aegypti submetido à pressão de seleção com o larvicida espinosade, em condições de laboratório, além de analisar os efeitos desta exposição em aspectos do desenvolvimento e da reprodução. A seleção foi realizada por seis gerações, com análises nos parâmetros biológicos das gerações F2 e F6. A CL50 (0,036 mg/L) utilizada nos testes, aumentou nas gerações F3 (0,114 mg/L) e F6 (0,101 mg/L) da população pressionada com o biolarvicida, com diferenças significativas entre F1 e F3 (p= 0,0019), e entre F1 e F6 (p= 0,0187). No entanto, não houve diferença significativa entre os valores da F3 e F6 (p>0,05). Os valores de Razão de Resistência (RR) obtidos neste estudo (1,1; 1,3; 2,8; 3,2) foram considerados baixos. O tempo médio do estágio larval e do ciclo biológico da população pressionada foram maiores na F6 em comparação a população controle (p= 0,0001). O peso corporal das fêmeas da população pressionada nas duas condições avaliadas (antes e após o repasto) foi inferior ao das fêmeas da população controle (p= 0,0001). A taxa de oviposição das fêmeas da população pressionada oriundas da F2 foi baixa em comparação à da população controle (p= 0,0001). Contudo, mesmo ocorrendo alteração da CL50 ao longo das gerações, a população ainda é considerada com baixo nível de resistência ao biolarvicida, de acordo com os valores de RR e os parâmetros da OMS. Portanto, novos experimentos são necessários para analisar a evolução da resistência, em laboratório. Além disso, após seis gerações, o espinosade afetou negativamente o tempo médio do estágio larval e do ciclo de vida de A. aegypti, demonstrando que os insetos da população pressionada demoraram mais tempo para se desenvolver. Além do mais, o peso corporal das fêmeas antes e após o repasto, bem como a fecundidade, foram prontamente reduzidos. Evidenciando que o larvicida afetou aspectos reprodutivos, os quais são relacionados a capacidade vetorial da espécie.
Abstract: The control of mosquito vectors with insecticides is the most efficient tool to contain the transmission of pathogens, with spinosad biolarvicida being one of the most used control agents in the world due to its high toxicity to insects of different orders. In this regard, it is important to monitor the effectiveness of the product over generations to be able to target better control strategies. This study aimed to verify the resistance rate of Aedes aegypti submitted to selection pressure with larvicide spinosad under laboratory conditions, and to analyze the effects of this exposure on developmental and reproductive aspects. The selection was performed for six generations, with analyzes on the biological parameters of generations F2 and F6. The LC50 (0.036 mg/L) used in the tests increased in the F3 (0.114 mg/L) and F6 (0.101 mg/L) generations of the biolarvicide pressured population, with significant differences between F1 and F3 (p= 0.0019), and between F1 and F6 (p= 0.0187). However, there was no significant difference between F3 and F6 values (p> 0.05). The Resistance Ratio (RR) values obtained in this study (1.1; 1.3; 2.8; 3.2) were considered low. The mean time of the larval stage and the biological cycle of the population exposed to the biolarvicida were higher in F6 compared to the control population (p= 0.0001). The body weight of the females of the population exposed to the biolarvicida in the two conditions evaluated (before and after the repast) was lower than the control females (p= 0.0001). The oviposition rate of the females of the population exposed to the biolarvicida from F2 was low in comparison to the control population (p= 0.0001). However, even if the LC50 changes over the generations, the population is still considered to have a low level of resistance to the biolarvicide, according to the RR values and WHO parameters. Therefore, new experiments are needed to analyze the evolution of resistance in the laboratory. In addition, after six generations, spinosad negatively affected the mean larval stage and life cycle time A. aegypti, demonstrating that the insects of the pressured population took longer to develop. In addition, females body weight before and after the meal, as well as fecundity, were promptly reduced. Evidencing that larvicide affected reproductive aspects, which are related to the vector capacity of the species.
Palavras-chave: Arboviroses
Insetos
Resistência
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Programa: Entomologia
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2989
Data de defesa: 22-Jul-2019
Aparece nas coleções:Mestrado - ENT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação final_02_08_2019 (final).pdfDissertação de Mestrado do Discente William Ribeiro da Silva2,01 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.