Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2990
Tipo do documento: Tese
Título: Macrofauna edáfica em floresta secundária, pastagem e eucalipto no sudeste paraense
Autor: Vasconcelos, Werica Larissa Farias de 
Primeiro orientador: Alfaia, Sônia Sena
Segundo orientador: Rodrigues, Diego De Macedo
Resumo: Dada a importância da macrofauna edáfica nas transformações físicas que sustentam o ciclo da matéria orgânica e a fertilidade química do solo em ecossistemas tropicais e a constante mudanças de uso do solo no estado do Pará buscamos avaliar as modificações na estrutura da comunidade da macrofauna em sequência de uso Floresta Secundária de 40 anos – Pastagem de 20 anos - monocultivo de Eucalipto de 10 anos no sudeste paraense. As coletas da macrofauna edáfica foram realizadas por meio do método padronizado de monólitos de solo de 0 a 20 cm de profundidade. Para avaliar se parâmetros edáficos estavam determinando a estrutura da macrofauna foram testadas correlações entre a Riqueza (S), índice de diversidade de Shannon-Wiener (H’), equitabilidade de Pielou (J) e densidade da macrofauna com pH (H2O), Al3+, Ca2+, Mg2+, K+, P, Corg., N, Fe, Zn e Mn do solo e teores totais de Ca, Mg, K, P, Corg., N, Fe, Zn e massa seca da liteira. Foram registrados 11.234 invertebrados em 17,6 m2 de solo, distribuídos em 96 famílias com densidade média de 1.221 (±142) indivíduos por m2. O número de famílias por monólito associadas aos Sistemas de Uso do Solo (SUS) foi de 4,7 (63 ndivíduos por monólito), 2,2 (74 indivíduos por monólito) e 3,4 (99 indivíduos por monólito) na Floresta Secundária, Pastagem e Eucalipto, respectivamente. Formicidae (70,8%) e Oligochaeta (14,8%) foram os táxons mais abundantes. Os Coleóptera representaram 3,92% da densidade total (23% larvas) e os Myriápoda 2,38%. Das famílias identificadas, 29 ocorreram apenas na Floresta Secundária, oito na área de Pastagem e sete no Eucalipto. Os Usos do Solo afetaram a comunidade da macrofauna nos parâmetros S, H’ e J (p<0,05). A densidade não diferiu entre os Sistemas de Uso (p>0,05). A densidade da macrofauna se concentrou na liteira na área de Floresta Secundária (83,1%). Os índices avaliados foram altamente correlacionados com o nível de distúrbio, partindo gradativamente da Pastagem, aonde foram encontrados os menores índices para o Eucalipto até a Floresta Secundária. Aparentemente, a presença de componente arbóreo e consequente aporte e acúmulo de liteira resultou na recuperação do número de famílias da Pastagem para o Eucalipto após 10 anos de implantação do mesmo visto que a riqueza de famílias não diferiu entre a Floresta Secundária e Plantio de Eucalipto. Não foram detectadas correlações entre a estrutura da comunidade e atributos químicos do solo e liteira.
Abstract: Given the importance of edaphic macrofauna in the chemical transformations that sustain the organic matter cycle and the chemical fertility of the soil in tropical ecosystems and the constant changes in land use and occupation in the state of Pará, we aim to evaluate the changes in the macrofauna community structure in cronossequence of use 40 years Secondary Forest - 20 years Pasture - 10 years Eucalyptus monoculture of 10 years, in southeastern Pará. The soil macrofauna was collected using the standard method of soil monoliths from 0 to 20 cm depth. To evaluate if the changes in use of edaphic parameters determined the structure of he macrofauna, we evaluated correlations between the richness (S), Shannon-Weiner diversity index (H’), Pielou equitability (J) and density of macrofauna with soil pH (H2O), Al3+, Ca2+, Mg2+, K+, P, SOC, N, Fe, Zn and litter dry matter total content of Mn, Ca, Mg, K, P, Corg., N, Fe, Zn. 11.234 invertebrates were collected in 17.5 m2, distributed in 96 families with a mean density of 1221 (± 142) individuals per m2. The number of families associated with the Soil Use Systems (SUS) were 4.7 (63 individuals per monolith), 2,2 (74 individuals per monolith) and 3.4 (99 individuals per monolith) in Secondary Forest, Pasture and Eucalyptus Monoculture, respectively. Formicidae (70,8%) and Oligochaeta (14,8%) were the most abundant taxa. Coleoptera represented 3.92% (23% larvae) and Myriapoda 2.38% of total density. Of the families identified, 29 occurred only in the Secondary Forest, eight in the Pasture area and seven in the Eucalyptus plantation. The sequence of soil use affected the invertebrate community in the biological parameters evaluated (S, J, E) (p < 0.05). Density did not differ among Usage Systems (p> 0.05). Macrofauna density was concentrated in the litter in the Secondary Forest area (83.1%). Invertebrates tend to focus on litter in the area of Secondary Forest and Eucalyptus. The evaluated indices were highly correlated with the level of disturbance, starting gradually from the Pasture for Eucalyptus Plantation to the Secondary Forest. Apparently, the presence of tree component and consequent contribution and accumulation of litter resulted in the recovery of the number of families from Pasture to Eucalyptus after 10 years. No correlations were detected between the community structure and soil and litter chemical attributes.
Palavras-chave: Biologia do solo
Atributos químicos do solo
Sudeste Paraense
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Programa: Agricultura no Trópico Úmido
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/2990
Data de defesa: 3-Jan-2019
Aparece nas coleções:Mestrado - ATU

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
werica.faunaedafica.atu.pdf1,68 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.