Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/3009
Tipo do documento: Dissertação
Título: Refúgios para peixes na seca em um lago de várzea: Implicações para o manejo pesqueiro na Amazônia Central
Autor: Sousa, Mariana
Primeiro orientador: Forsberg, Bruce
Primeiro coorientador: Freitas, Carlos
Resumo: Na estação de águas baixas, a retração do ambiente aquático aumenta a densidade de peixes, tornando-os mais vulneráveis à pesca. Além disso, é esperado um aumento das interações bióticas, como competição e predação, e intensificação dos efeitos de fatores abióticos que podem atingir limites críticos, como por exemplo: oxigênio dissolvido (OD), temperatura e material particulado em suspensão (MES). Diante disso, alguns peixes buscam estratégias para sobreviver a estes períodos, seja com adaptações fisiológicas ou buscando refúgios. O lago Janauacá, localizado em Manaquiri-AM, é um lago misto de várzea e ria, este último circundado por área que não é anualmente inundada, denominada de terra firme. Os lagos do tipo ria são formados pelo alagamento de vales fluviais, têm formato dendrítico e tendem a ser mais fundos e íngremes que os lagos de várzea (marginais ou de ilhas). Este trabalho buscou identificar no lago Janauacá, locais de refúgio para peixes no período de seca, que podem ser importantes para estratégias de manejo pesqueiro. Para isto, o lago foi dividido entre região norte (lago de várzea) e sul (lago de ria). Foram realizados quatro eventos de coletas de dados, dois na vazante e dois na seca, sendo oito pescarias por coleta, totalizando 32 pescarias (16 na região norte e 16 na sul). Os peixes foram coletados com uma bateria de malhadeiras, composta por quatro redes de espera de nylon com monofilamentos diferentes entre si, totalizando 20 m de comprimento e 2 m de altura. As redes ficaram imersas por 24h com despesca a cada seis horas. Enquanto as redes ficaram armadas foram caracterizadas as condições ambientais como temperatura, OD, MES e profundidade. Ao final de cada pescaria, os peixes foram identificados e foram tiradas fotos para confirmar identificação efetuada em campo. A partir disso, a Captura Por Unidade de Esforço (CPUE) (nº de peixes /área total da malhadeira) foi estimada. CPUE e diversidade dos peixes foram analisadas quanto às variáveis ambientais mensuradas nas duas regiões e por períodos hirdrológicos. A região norte do lago, na seca, apresentou níveis altos de MES, temperatura e níveis baixos de OD, assim, de acordo com os peixes encontrados nessa região, o norte do lago pode ser refúgio para espécies que buscam proteção contra predadores e que são adaptadas a concentrações menores de OD. Já a parte sul do lago, no mesmo período hidrológico, apresentou níveis maiores de OD, profundidade e menores de MES e temperatura, condições adequadas para espécies intolerantes à hipóxia e predadores visuais. A CPUE se relacionou positivamente com OD e foi maior no sul do lago. Já a diversidade foi diferente nas duas regiões de coleta, mas não apresentou relação significativa com as variáveis ambientais testadas. Por ser maior em lugares com vegetação alagada, foi maior na parte norte durante a vazante, porém durante a seca as regiões não apresentaram diversidade entre si, já que o ambiente disponível é água aberta, sem vegetação. Visto que as duas regiões do lago demonstraram ser refúgios para espécies de peixes importantes comercialmente, é interessante que lagos misto de várzea e ria constituam alvos de proteção, principalmente na seca, onde as condições são mais limitantes e os peixes estão mais vulneráveis à pesca.
Abstract: In the low water season, the retraction of the aquatic environment increases the density of fish, making them more vulnerable to fishing. In addition, an increase in biotic interactions such as competition and predation, and intensification of the effects of abiotic factors that may reach critical limits, such as dissolved oxygen (DO), temperature and total solid suspension (TSS), is expected. Given this, some fish seek strategies to survive these periods, either with physiological adaptations or seeking refuge. Lake Janauacá, located in Manaquiri-AM, is a mixed lake of floodplain and ria, the latter surrounded by an area that is not annually flooded, called terra firme. Ria lakes are formed by flooding of river valleys, are dendritic in shape and tend to be deeper and steeper than floodplain lakes (marginal or island lakes). This work aimed to identify in Janauacá Lake, places of refuge for fish in the low water season, which may be important for fisheries management strategies. For this, the lake was divided between northern region (floodplain lake) and south (ria lake). Four data collection events were conducted, two in falling water and two in low water, eight fisheries per collection, totaling 32 fisheries (16 in the north and 16 in the south). The fish were collected with a mesh battery, composed of four nylon waiting nets with different monofilaments, totaling 20 m in length and 2 m in height. The nets were immersed for 24 hours with fishing every six hours. While the nets were armed, environmental conditions such as temperature, DO, TSS and depth were characterized. At the end of each fishery, the fish were identified and photos were taken to confirm field identification. From this, the Capture Per Effort Unit (CPUE) (number of fish / total mesh area) was estimated. CPUE and fish diversity were analyzed for environmental variables measured in both regions and by hydrological periods. The northern lake region, in the low water season, presented high TSS, temperature and low DO levels, so, according to the fish found in this region, the northern lake can be a refuge for species that seek protection from predators and are adapted to lower concentrations of DO. The southern part of the lake, in the same hydrological period, presented higher levels of DO, depth and lower of TSS and temperature, suitable conditions for hypoxia intolerant species and visual predators. CPUE was positively related to DO and was higher in the south of the lake. The diversity was different in the two collection regions, but did not present significant relationship with the environmental variables tested. Being larger in places with flooded vegetation, it was higher in the northern part during the falling water, but during the low water the regions did not present diversity among themselves, since the available environment is open water, without vegetation. Since both regions of the lake have been shown to be havens for commercially important fish species, it is interesting that mixed floodplain and ria lakes provide protection targets, especially in low water, where conditions are more restrictive and fish are more vulnerable to fishing.
Palavras-chave: Ictiofauna, limnologia, períodos hidrológicos, habitat.
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Programa: Ecologia
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/3009
Data de defesa: 10-Jul-2019
Aparece nas coleções:Mestrado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação final.pdfDissertação_Mariana M de Sousa1,68 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.