Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/3017
Tipo do documento: Tese
Título: Vitamina E em dietas para tambaqui (Colossoma macropomum) : determinação do nível médio, efeito sinérgico da vitamina C e interação com o ferro
Autor: Aride, Paulo Henrique Rocha 
Primeiro orientador: Val, Adalberto Luís
Resumo: O presente trabalho objetivou identificar os níveis adequados de vitamina E para dietas de tambaqui (Colossoma macropomum) na fase juvenil, em cultivo. Para tanto, foram delineados três distintos experimentos. No primeiro, exemplares juvenis de tambaqui foram alimentados por 60 dias com dieta enriquecida de vitamina E (80 e 400Ul) e livre de vitamina C. No segundo experimento, foi testada a ação sinérgica entre as vitaminas C e E, pois ambas atuam como antioxidantes em sistemas orgânicos. Para tanto, os níveis de vitamina E foram mantidos nas dietas, onde foi acrescentada a vitamina C (1oomg kg-¹). Com base nos resultados obtidos no primeiro experimento, o período experimental foi aumentado para se ter uma melhor visualização dos resultados da interação das vitaminas. Por fim, no terceiro experimento, foi testada a ação das vitaminas C e E na absorção de ferro, visto que algumas espécies de peixes apresentam alterações na absorção deste composto em relação à presença de vitamina C. Os parâmetros analisados incluíram a proteção antioxidante não-enzimática (tocoferol), os parâmetros hematológicos (hematócrito, concentração de hemoglobina e número de eritrócitos), as constantes corpusculares (VCM, HCM e CHCM), os níveis de peroxidação lipídica (TBARS), os níveis musculares de fosfatos orgânicos (ATP, ADP e AMP), além dos níveis de glicose. Também foram utilizados alguns índices zootécnicos para demonstrar os efeitos da administração da vitamina E no crescimento (ganho-de-peso, conversão alimentar aparente, e a taxa de crescimento específico). Assim como outras espécies, o tambaqui responde por meio de ajustes fisiológicos à dieta administrada. Foi constatada uma maior capacidade de absorção hepática da vitamina E em comparação ao músculo branco, e esta capacidade foi aumentada quando a vitamina C foi associada à vitamina E na dieta. Os índices zootécnicos analisados também demonstram uma melhora na condição física destes animais. Tal melhora também foi observada nos níveis de fosfatos orgânicos. Esta espécie alterou, ainda, a absorção de ferro em resposta a presença das vitaminas C e E na dieta, com maior absorção hepática e muscular, e queda nos níveis sanguíneos do elemento. Com base nos resultados obtidos neste trabalho, podemos concluir que o tambaqui apresenta melhor condição fisiológica quando recebe dieta contendo as vitaminas C e E e o ferro, compostos essenciais para a alimentação animal. Assim, a adequação das dietas, a escolha da matéria prima, as etapas de produção e armazenamento são essenciais para que as dietas comerciais possam ser administradas de uma maneira efetiva ao crescimento das espécies em cultivo.
Palavras-chave: Tambaqui
Vitamina C.
Vitamina E.
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Biologia de Água Doce e Pesca Interior
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/3017
Data de defesa: 2003
Aparece nas coleções:Doutorado - BADPI

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
paulo.pdf8,57 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.