Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/3056
Tipo do documento: Dissertação
Título: Comparação entre métodos para a determinação da temperatura ótima de germinação de sementes florestais da Amazônia Central
Autor: Cipriani, Vânia Beatriz 
Primeiro orientador: Ferraz, Isolde
Resumo: A temperatura ótima (To) de germinação foi determinado para 30 espécies arbóreas de ocorrência na Amazônia Central, para as quais a germinação havia sido testada em temperaturas entre 5 e 40 °C. Com a mesma base de dados foram comparados três métodos, estabelecidos na literatura e uma nova fórmula para a determinação da To é proposta neste trabalho. Além disso foram comparados dois critérios de germinação: a protrusão de raiz primária e o desenvolvimento de plântulas normais. A To determinada pelos três métodos foi raramente a mesma. A determinada pelo IVG foi geralmente mais alta do que a obtida pela formula de Olf e alguns resultados não foram coerentes com as temperaturas do local de ocorrência das espécies. A fórmula proposta neste estudo considera a capacidade de germinação e a velocidade do processo. Os valores foram em geral entre os extremos indicados pelos outros métodos e coincidiram mais com a faixa de temperatura ambiental a qual estas plantas estão adaptadas. A To para a maioria das espécies amazônicas foi entre 25 e 30 °C. Entretanto a To para o desenvolvimento de plântulas normais foi em geral menor do que para a protrusão de raiz primária.
Abstract: Optimum seed germination temperature (OT) was determined for 30 tree species with occurrence in Central Amazonia, for which germination had been tested at temperatures between 5 and 40 °C. On the same data set, three known methods were compared and a new formula for determination of OT is proposed in this study. Two germination criteria were compared: radicle protrusion and normal seedling development. OT determined by the three methods was rarely the same. The one determined by IVG was generally higher than with Olf´s formula, and some results were not consistent with the temperatures of the natural habitat. The formula proposed in this study considers germination capacity and velocity. The values were generally between the extremes indicated by the other methods and reflected better the environmental temperature range to which the plants are adapted. OT for most Amazonian species was between 25 and 30 °C. However, OT for normal seedling formation was in general lower than for radicle protrusion.
Palavras-chave: Índice de Velocidade de Germinação
Fórmula de Olff
Método de Covell
Desenvolvimento de plântula normal
Raiz primária
Tecnologia de sementes
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Programa: Ciências de Florestas Tropicais
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/3056
Data de defesa: 18-Mar-2019
Aparece nas coleções:Mestrado - CFT

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Vânia Beatriz Cipriani CFT.pdfDocumento principal da dissertação724,47 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.