Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/3083
Tipo do documento: Dissertação
Título: Efeito do pH, do cálcio e do oxigênio sobre a regulação iônica (Na+, K+ e Ca++) na fase inicial do desenvolvimento embrionário de tambaqui, Colossoma macropomum (Cuvier, 1818) (Osteichthyes, Characiformes)
Autor: Ascón Dionicio, Gilberto Ubaldo
Primeiro orientador: Val, Adalberto Luís
Resumo: O objetivo da presente pesquisa foi avaliar o efeito da baixa concentração de oxigênio e variações de pH da água sobre a regulação iônica de Na+, K+ e Ca++ na fase inicial do desenvolvimento embrionário de Colossoma macropomum, bem como na sobrevivência dos embriões em diferentes condições experimentais. Os tratamentos foram: pH 4,0, pH 4,0 +300 µmol Ca++/L, hipóxia (2,0 mg )2/L), pH (9,0) e normóxia (pH=6,0 e O2=6,0 mg/L) com controle; com n=9. As amostras foram retiradas nos tempos -15,, 0, 15, 30 e 60 minutos após a exposição ao tratamento experimental e aos 90 minutos após a recuperação. Os resultados indicam que a exposição tanto ao pH ácido quanto ao ph alcalino resultou em porcentagens de sobreviência dos embriões entre 10% e 15% aos 15 minutos de exposição e atingiu 0% após 30 minutos de exposição, com ruptura das membranas dos ovos. As porcentagens de sobreviência em pH ácido mais Ca++ foram maiores em todo o tempo de exposição mas também ao final houve mortalidade total. Em hipóxia a sobrevivência foi diminuindo de acordo com o tempo de exposição dos embriões: 80% aos 15 minutos, 50% aos 30 minutos e 20% aos 60 minutos existindo a recuperação parcial dos embriões quando foram colocados novamente em normóxia. Em relação aos níveis iônicos de Na+, Ka+ e Ca++, determinou-se que em pH 4,0 e pH 9,0 existiu perdas significativas em relação ao controle (P0,05) por todo o tempo de exposição. Porém, em pH 4,0 + 300 µmol Ca++ observou-se que o Ca-- provocou uma diminuição do efeito do pH ácido diminuindo as perdas dos íons. Em hipóxia notou-se também diferenças significativas em relação ao controle (P0,05) com aumentos consideráveis nos tempos 30 e 60 minutos de exposição. Os dados sugerem que mudanças das condições ambientais, tanto no ambiente natural como no artificial, resultam em alta mortalidade dos embriões devido, entre outros prováveis fatores, a um significativo desequilíbrio iônico.
Palavras-chave: Hipoxia.
Tambaqui
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Biologia de Água Doce e Pesca Interior
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/3083
Data de defesa: 2000
Aparece nas coleções:Mestrado - BADPI

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
gilberto.pdf2,57 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.