Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/3085
Tipo do documento: Dissertação
Título: Aspectos sazonais da colonização micorrízica e fatores de fertilidade do solo em plantas de acerola - Malphigia sp, café - Coffea arabica e laranja - Citrus sp em um latossolo do município de Manaus, AM
Autor: Couto, Luciana Bovino 
Primeiro orientador: Oliveira, Luiz Antonio de
Resumo: A maioria dos solos da Amazônia apresenta acidez elevada, alta saturação com alumínio e baixa fertilidade, comprometendo a produção agrícola regional. Como a maioria dos produtores regionais é de baixa renda, produzindo quase que exclusivamente para suas subsistências, o uso de corretivos e adubos no solo é uma prática muito pouco usada na Amazônia. Em vista disso, uma alternativa é dar-lhes condições para adotarem sistemas produtivos com baixo uso de insumos agrícolas. Para isso, é importante avaliar as associações plantas-microrganismos do solo que possam beneficiar na absorção de nutrientes do solo. Dentre essas associações, as micorrizas arbusculares é muito conhecida cientificamente como uma simbiose fungo-planta capaz de aumentar o volume de solo explorado pelas plantas, facilitando a absorção de nutrientes e água. Foram selecionadas dez plantas aleatoriamente, de laranja, café e acerola num latossolo amarelo presentes em um Sistema Agroflorestal em uma área da Escola Agrotécnica Federal de Manaus. As coletas de material radicular e solos foram realizadas a cada 45 dias no período de Agosto de 1997 a Junho de 1998 procurando abranger os meses principais de estação de menor e maior umidade. As análises foram realizadas no Laboratório de Microbiologia do solo e Laboratório Temático de Solos e Plantas, ambos pertencentes ao INPA. Os principais resultados obtidos foram: Todas as espécies estudadas apresentaram-se associadas a fungos micorrízicos em níveis diferentes de colonização. Houve uma variação bem demarcada nos percentuais de colonizações entre as espécies, classificando as aceroleiras como bastante colonizadas (51,2%), os cafeeiros fracamente colonizados (27,9%) e as laranjeiras medianamente colonizadas (32,9%). As laranjeiras apresentaram variação sazonal quanto às taxas de colonização micorrízica, havendo diferença significativa entre o mês mais seco deste ano e outros mais chuvosos. As aceroleiras e os cafeeiros não apresentaram variação sazonal em relação às taxas de colonização micorrízicas. As disponibilidades de nutrientes nos solos das espécies variaram durante o ano de amostragem. Quanto aos cafeeiros, o meio da estação chuvosa (mar-abr/98), foi a época que favoreceu o aumento do pH, de Ca, Mg, K e P no solo. Nas laranjeiras, os maiores volumes de pH, Ca e Mg no solo e maior taxa de micorrização, ocorreram no início da estação chuvosa (out-dez/97). Houve correlação significativa entre o teor de alumínio no solo das aceroleiras e as colonizações micorrízicas. Não houve correlações significativas entre as taxas de colonização micorrízica e o pH e teores de Ca, Mg, P, K, Fe, Zn, Cu e Mn nos solos para as espécies estudadas. Não houve correlações significativas entre as taxas de colonização micorrízica e os teores de umidade nos solos das espécies estudadas.
Palavras-chave: Fertilidade do solo
Micorriza vesículo-arbuscular.
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Departamento: Coordenação de Pós Graduação (COPG)
Programa: Ciências de Florestas Tropicais
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/3085
Data de defesa: 2000
Aparece nas coleções:Mestrado - CFT

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
luciana.pdf4,9 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.