Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/3142
Tipo do documento: Dissertação
Título: Influência da gestão territorial sobre a densidade e condição de Pirarucus (Arapaima gigas (Schinz in Cuvier, 1822) no Estado do Amazonas, Brasil
Autor: Alves, Simélvia Vida Dantas 
Primeiro orientador: Amadio, Sidinéia Aparecida
Primeiro coorientador: Freitas, Carlos Edwar de Carvalho
Resumo: O manejo do pirarucu foi implementado a partir de 1999 de forma pioneira na RDS Mamirauá, utilizando o método da contagem, que permite o censo populacional dos pirarucus e possibilita a despesca controlada. Com a expansão do modelo de manejo para outras áreas no estado do Amazonas, surgiram as mais diversas formas de gestão territorial. Portanto, buscou-se neste estudo avaliar se a categoria de gestão territorial (Acordo de Pesca, Terra Indígena e Unidade de Conservação) e o tempo de manejo influenciam na densidade bem como na condição dos pirarucus. Para isso foram utilizadas as informações dos relatórios anuais bem como as planilhas de monitoramento das áreas de manejo enviadas ao IBAMA, instituição que regula a pesca da espécie no estado. Para a estimativa das densidades populacionais foi utilizado o número de indivíduos provenientes da contagem pré despesca, pela área do lago (ind/ha); o cálculo da condição foi feito com base nos parâmetros a e b da regressão entre peso e comprimento. A análise da influência da categoria e tempo de foi feita por meio de anova, ancova e regressões simples. Os resultados indicaram que o manejo é sustentável e se comporta de forma semelhante em todos os tipos de gestão. O pirarucu tem crescimento alométrico negativo, com um maior incremento de comprimento em relação ao peso; não foram observadas diferenças de densidade dentro e entre as categorias de gestão de lagos e o tempo de gestão não influenciou a densidade nas várias categorias de gestão territorial; a densidade estimada para todas as categorias de gestão pode ser considerada alta; houve uma diminuição da condição dos peixes em Terra Indígena, ao longo do tempo. Investigações futuras devem prever a inclusão de métricas ambientais, ecológicas e étnicas nas análises para a melhor compreensão das variações da condição e densidade e a ampliação da série temporal de dados para aumentar a probabilidade de observar variações sistemáticas e a confiabilidade dos resultados.
Abstract: The Pirarucu management was first implemented in 1999 in the Mamirauá Sustainable Development Reserve (RDS Mamirauá), using the counting method, which allows the population census estimation of pirarucus and controlled harvesting. With the expansion of the management model to other areas in the state of Amazonas, the most diverse forms of territorial management emerged. Therefore, this study aimed to evaluate whether the type of territorial management (Fisheries Agreement, Indigenous Land and Conservation Unit) and management time lag influence the density as well as the condition of the fish. For this purpose, the information from the annual reports and the monitoring sheets sent to IBAMA, an institution that regulates the fishing in the state, were used. For the estimation of the population densities, the number of individuals from counting per lake area (ind/ha) was used; the condition was calculated based on the parameters a and b from the length/weight regression. The analysis of the influence of the territorial management type and time was carried out by means of ANOVA, ANCOVA and simple regressions. The results indicated that the management is sustainable and similar in all types of territorial management. The pirarucu has negative allometric growth, with a greater increase in length rather than weight; no density differences were observed within and between the types of management of lakes and the time of management did not influence the density in the various types of territorial management; the estimated density for all management types can be considered high; there was a decrease in the condition of the fish in Indigenous Land, over time. Future research should include environmental features, ecological and ethnic metrics in order to better understand variations in condition and density; use an extended time series of data to increase the chance to detect systematic variations and reliability of the results.
Palavras-chave: Conservação e Uso de Recursos Naturais
Gestão Territorial
Manejo de Pirarucu
Fator de Condição
Densidade Populacional
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Programa: Biologia de Água Doce e Pesca Interior
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/3142
Data de defesa: 19-Ago-2019
Aparece nas coleções:Mestrado - BADPI

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
dissertação_Simelvia_VERSÃO FINAL.pdfDissertação Badpi Simélvia2,88 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.