Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/3161
Tipo do documento: Tese
Título: Impacto da presença de rios e área urbana no desenvolvimento de um sistema meteorológico de mesoescala na Amazônia Central
Autor: Sátyro, Zayra Christine 
Primeiro orientador: Veiga, José Augusto
Segundo orientador: Candido, Luiz Antonio
Resumo: O impacto da urbanização sobre fenômenos meteorológicos de mesoescala tem sido foco de diversas pesquisas. Estas têm mostrado que áreas urbanas modificam o padrão espacial e o volume chuva, e o ciclo de vida do fenômeno meteorológico. Na Amazônia, as grandes cidades são tipicamente margeadas por rios e áreas de floresta densa, que influenciam e são influenciadas por sistemas convectivos de mesoescala. Estudos de como estas grandes cidades, rios e floresta densa, impactam os fenômenos de mesoescala ainda não foram explorados. Neste trabalho foram realizados experimentos numéricos para avaliar o efeito da presença de rios, floresta e cidade, como também experimentos para avaliar o impacto do crescimento horizontal da cidade na passagem de uma linha de instabilidade (LI). Os resultados mostram que os máximos convectivos da LI são intensificados na passagem sobre a cidade. Por outro lado, sem a cidade, a LI enfraquece durante sua passagem, voltando a se intensificar após deixar a cidade. A ausência do rio produziu uma LI mais fraca, que chegou antecipadamente à cidade e atingiu máximo convectivo após passagem pela cidade. Estes experimentos mostraram que não apenas o efeito urbano é responsável pela intensificação da LI sobre a cidade, e que a co-dependência com o rio influencia a distribuição e quantidade de chuva. Já com a expansão urbana há redução da nebulosidade sobre a cidade, o que aumenta o saldo de radiação à superfície e modifica os padrões de particionamento de energia. Anomalia positiva térmica, imposta pela expansão da cidade é transportada para níveis mais altos da atmosfera e corrente abaixo da cidade. Este processo, induz o enfraquecimento de atividades convectivas sobre a superfície urbana levando a redução do acumulado de chuva. A combinação dos impactos provocados pela expansão urbana, se somam à diversidade dos diferentes tipos de cobertura da superfície, na mudança das circulações locais. Essa alteração desloca a atividade convectiva para longe da área de urbanização em um cenário de forte crescimento da cidade. O efeito térmico do crescimento da área urbana também se soma ao efeito mecânico que conduz a formação de uma zona de obstrução, que dificulta a manutenção de sistemas convectivos sobre a cidade. Ademais, os rios impactam o sentido de propagação da LI após passagem sobre a cidade. Estes resultados contribuem para compreensão do papel de rios e cidades sobre o desenvolvimento de uma LI na Amazônia Central, e mostra que o refinamento de escalas nos experimentos numéricos são fundamentais para a representação das interações entre o sistema e a superfície.
Abstract: The impact of urbanization on mesoscale meteorological phenomena has been a focus from various researches. These have shown that urban areas change the spatial pattern rainfall, and life cycle of the meteorological phenomenon. In the Amazon, large Cities are typically bordered by rivers and areas of dense forest, which influence and are influenced by mesoscale convective systems. Studies of how these large cities, rivers and dense forest, impact the mesoscale phenomena have not yet been explored. In this work, numerical experiments were performed to evaluate the effect of the presence of rivers, forests and cities, as well as experiments to assess the impact of the horizontal growth of the city at the crossing of a squall line(SL). The results show the convective maximums of the SL are intensified in the passage about the city. On the other hand, without city, a SL entrance during its passage, intensifying again after leaving the city. The absence of the river produced a more early in the city and peaked after through the city. These experimental experiments that are not just the urban effect are responsible intensification of the SL over a city, and that co-dependence with the river influences a distribution and amount of rain. Already with urban expansion there is reduction of cloudiness over a city, which increases the surface pollution balance and changes the patterns of power partitioning. Positive thermal anomaly, imposed by the expansion of the city It is transported to higher levels of the atmosphere and current below the city. This one process, induces or weakens convective activities on the urban surface leading to reduced accumulation of rain. The combination of impacts caused by urban sprawl, adds to the diversity of the different types of surface coverage, in changing local circulations. This change shifts convective activity to far away from the urbanization area in a fast growing city scenario. The effect thermal growth of the urban area also adds to the mechanical effect that leads to formation of an obstruction zone, which makes it difficult to maintain convective systems about the city. In addition, rivers impact or propagation direction of SL after the passage about the city. These results contribute to the understanding of the role of rivers and cities about the development of a SL in the Central Amazon, and shows the refinement of tiles in numerical experiments are fundamental for the representation of interactions between the system and the surface.
Palavras-chave: Urbanização
Modificações das condições de tempo
Rios
Amazônia
WRF
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da instituição: INPA
Programa: Clima e Ambiente
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/3161
Data de defesa: 31-Jul-2019
Aparece nas coleções:Doutorado - CLIAMB

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese-zayra-final.pdfdocumento principal79,62 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.