Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://bdtd.inpa.gov.br/handle/tede/760
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorSohn, Natacha-
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4265309T9por
dc.contributor.advisor1Anciaes, Marina-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4794758A6por
dc.contributor.referee1Nelson, Bruce Walker-
dc.contributor.referee1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4767067A9por
dc.contributor.referee2Venticinque, Eduardo Martins-
dc.contributor.referee2Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4763227J1por
dc.contributor.referee3Diniz Filho, Jose Alexandre Felizola-
dc.contributor.referee3Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4727587J2por
dc.contributor.referee4Silva, Jose Maria Cardoso da-
dc.contributor.referee4Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4783868E3por
dc.contributor.referee5Peterson, Andrew Townsend-
dc.contributor.referee5Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4144648A8por
dc.date.accessioned2015-05-05T19:20:43Z-
dc.date.available2010-08-02-
dc.date.issued2009-07-20-
dc.identifier.citationSOHN, Natacha. DISTRIBUIÇÃO POTENCIAL, USO DE HÁBITAT E ESTIMATIVAS POPULACIONAIS DO GALO-DA-SERRA (Rupicola rupicola, AVES: COTINGIDAE) NA APA MAROAGA E ENTORNO, PRESIDENTE FIGUEIREDO-AM, COM RECOMENDAÇÕES PARA SUA CONSERVAÇÃO. 2009. 97 f. Dissertação (Mestrado em Capacidade de suporte, Ecologia animal, Ecologia vegetal, Ecossistemas, Interação inseto-planta, Lim) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus, 2009.por
dc.identifier.urihttp://localhost:8080/tede/handle/tede/760-
dc.description.resumoO galo-da-serra (Rupicola rupicola, Linnaeus 1766) é uma ave endêmica das áreas montanhosas mais antigas ao leste dos Andes e ao norte do rio Amazonas. Encontrada somente nas florestas com terreno escarpado, a espécie se distribui desde o estado do Amazonas, nas serras de fronteira com o Pará, Amapá e Roraima, até as Guianas, Venezuela, Colômbia e Suriname. No Amazonas ele ocorre no município de Presidente Figueiredo, onde é considerado ave símbolo. Este estudo modelou a distribuição geográfica potencial e caracterizou os padrões de uso de habitat do galo-da-serra ao longo de um ano na APA Maroaga e entorno, para definição de áreas prioritárias para a conservação da espécie. Foram gerados dois modelos de distribuição potencial a partir do programa DesktopGARP, um em escala geográfica regional, compreendendo o norte da América do sul, e outro em escala local, na área de estudo (APA Maroaga-AM). Foram utilizadas 4 variáveis climáticas, 3 topográficas e 2 índices de vegetação todas selecionadas a partir do teste jackknife, incorporado no programa Maxent. O primeiro modelo em escala regional foi construído a partir de pontos georreferenciados de ocorrência da espécie, obtidos da literatura e museus, e das variáveis climáticas, selecionadas no Maxent. Este modelo confirmou a distribuição conhecida para a espécie e serviu como máscara para a construção de cartas climáticas, topográficas e índices de vegetação com intuito de excluir deste banco de dados áreas com baixa probabilidade de ocorrência regional o que permitiu um refinamento na construção do modelo em escala local. A modelagem local utilizou pontos de ocorrência da espécie na área de estudo, e as variáveis ambientais recortadas da máscara do modelo em escala regional e indicou as áreas de uso para forrageamento e reprodução da espécie. A partir da modelagem local foram identificadas e delimitadas 6 áreas prioritárias para a conservação do galo-da-serra. Essas áreas foram selecionadas a partir das áreas de alta probabilidade de ocorrência da espécie e com distância de 5 km das áreas urbanas e rodovias, consideradas como as de menor pressão antrópica. O Galo-da-serra (Rupicola rupicola, Linnaeus 1766) é uma espécie endêmica de florestas com terrenos escarpados. No Amazonas ele ocorre próximo a capital Manaus, no município de Presidente Figueiredo, onde é considerado ave símbolo. Devido à combinação morfológica e comportamental, o galo-da-serra é muito capturado por traficantes de animais silvestres e sofre com a crescente urbanização e a visitação contínua em áreas de nidificação. Este estudo teve como objetivos estimar a probabilidade de ocupação, detecção, tamanho populacional e densidade da espécie Rupicola rupicola na APA Maroaga para fazer inferências sobre o status de conservação da espécie na área focal. Os resultados das variáveis que estão associadas com probabilidades de ocupação e de detecção não foram significativas para explicar o melhor modelo, mas de acordo com as observações em campo os galos-da-serra ocupam principalmente áreas de Campinarana, possuem baixa detecção (0 - 20%) mesmo quando se tem as variáveis favoráveis para sua detecção como condições de tempo e tipo de vegetação ou quando se está em áreas propícias para reprodução (detecção = 5,5%). A estimativa de tamanho populacional mínimo foi de 77.915 indivíduos com densidade de 354 ind./km2 não podendo ser a espécie incluída em nehuma categoria de ameaça reconhecida, porém é ressaltada a necessidade de monitoramento e manejo de áreas protegidas para que a mesma não se torne vulnerável devido à forte pressão de tráfico. Com os resultados obtidos será possível monitorar suas populações e estabelecer critérios para a conservação da espécie.por
dc.description.abstractThe Cock-of-the-rock (Rupicola rupicola, Linnaeus 1766) is endemic to rock outcrops. In Brazilian state of Amazonas, it occurs in the vicinity of the town of Presidente Figueiredo, where its considered a local symbol. This study modeled the probable geographic distribution of the species and characterized patterns of habitat use throughout one year in the Maroaga Environmental Protection Area and areas nearby, aiming the definition of prioritary areas for its conservation. Two models of probable distribution were generated using DesktopGARP software, one in regional geographic scale, the other one in a local geographic scale. The variables used in the modeling process were selected using the Jackkinfe test, embedded in Maxent software. The first model was built using georreferenced presence points of the species obtained from zoological collections databases, using only climatic variables, and it confirmed the known distribution for the Cook-of-the-rock. This model confimed the known distribution of the species and served as a mask for building climatic, topographic and vegetation indexes charts, willing to exclude from the database all those areas with low occurrence probabilities and allowed the building of the local scale model. The local scale model used the specie`s occurence points in the study area, and the environmental variables overlayed with the mask of the regional scale and indicated habitat used for both foraging and breeding. We identified 6 prioritary areas for conservation of the Cook-of-the-rock based on the specie`s highest occurrence probabilities and 5 km away from any urban area and highways, considered as the less anthropic presure area. The Cook-of-the-rock (Rupicola rupicola, Linnaeus 1766) is an endemic species from forests presenting rock outcrops. In the Amazonas state it occurs near the capital Manaus, in the municipality of Presidente Figueiredo, where it is considered a symbol. Due to a unique morphological and behavioral combination, the Cook-of-therock became a focus from wild life traders, and therefore suffers with the city development and the continuous visitation of nesting areas. This study aimed to estimate the occupancy and detection probabilities, population size and density of cook-of-the-rocks in the APA Maroaga and vicinity, in order to to infer about the specie s conservation status in the focal area. Results indicate that the Cook-of-the-rock occupy mainly Campinarana forests, present a low detection rate (up to 20%) even under conditions favoring it s detection, such as sunny days and crescent moon phase, or if within breeding areas (5.5%). Estimates of population size indicated that 77.915 individuals are present in the region, with a density of 354 indiv/km2, so it can`t be included in any cathegory of IUCN`s list of threatened species, but it stands out the need of monitoring and correct handling of protected area for the species not become vulnerable as a consequence of wildlife trade. With these results it should be possible to establish criteria for the conservation of the species.eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2015-05-05T19:20:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertacao_Natacha_Sohn.pdf: 3227238 bytes, checksum: 190842ffc9a6d1136255a0c18a583299 (MD5) Previous issue date: 2009-07-20eng
dc.description.sponsorship-
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherInstituto Nacional de Pesquisas da Amazôniapor
dc.publisher.departmentCapacidade de suporte, Ecologia animal, Ecologia vegetal, Ecossistemas, Interação inseto-planta, Limpor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsINPApor
dc.publisher.programBiologia (Ecologia)por
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectRupicola rupicola Distribuição Geográfica Amazôniapor
dc.subjectGalo-da- Serrapor
dc.subjectEcologiapor
dc.subjectPreservação e conservaçãopor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIApor
dc.titleDISTRIBUIÇÃO POTENCIAL, USO DE HÁBITAT E ESTIMATIVAS POPULACIONAIS DO GALO-DA-SERRA (Rupicola rupicola, AVES: COTINGIDAE) NA APA MAROAGA E ENTORNO, PRESIDENTE FIGUEIREDO-AM, COM RECOMENDAÇÕES PARA SUA CONSERVAÇÃOpor
dc.typeDissertaçãopor
Aparece nas coleções:Mestrado - ECO

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Dissertacao_Natacha_Sohn.pdf3,15 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.